COMO criar bibliotecas para ARDUINO e ESP32 – Aula#3

Como usar o Arduino com o GitHub – Aula#3

Chegamos na ultima aula da série sobre bibliotecas, e essa aula é muito especial, pois além de aprender a salvar suas bibliotecas na nuvem, você vai aprender a nunca mais perder um código ou projeto na sua vida.

Primeiramente, se você não acompanhou as aulas passadas, vou deixar aqui a playlist completa por esse link.

Nas aulas passadas, aprendemos como criar uma biblioteca, estruturar os arquivos, e também como dar a aparência visual e semântica na biblioteca.

Portanto nesse aula, você vai aprender a fazer o upload das suas bibliotecas, códigos e projetos para a nuvem, usando uma plataforma chamada GitHub.

Definitivamente, se você já instalou alguma biblioteca externa alguma vez, provavelmente já se deparou com essa plataforma antes.

Acredito que hoje o GitHub é a mair plataforma de gerenciamento de códigos disponível na internet.

Isso por que, como o Arduino é uma plataforma de código aberto, ou seja, open source, provavelmente para tudo que você imagina existe algo pronto e disponível para você utilizar e modificar.

O GitHub também permite com que você faça o upload dos seus códigos, faça gerenciamento de versões, e controle todas as modificações feitas em seus arquivos.

Vamos para a aula:

COMO criar bibliotecas para ARDUINO e ESP32 – Aula#3:

Para Windows, você pode estar fazendo o download através desse link

Igualmente para o Linux, você também irá precisar utilizar o Git, mas geralmente ele já vem instalado dentro do command line to terminal.

Após fazer o download e instalação do Git, irá surgir 2 programas no seu computador,

O Git Gui e o Git Bash

Você consegue utilizar ambos para esse tutorial. A diferença está em que o guit GUI possui uma interface gráfica, enquanto o Git Bash é por linhas de comando.

Eu particularmente gosto bastante de utilizar o git Bash por command line, isso por que os comandos são os mesmos tanto para o Windows, quanto para o Linux.

No Git Bash, os principais comandos que utilizamos na aula foram:

git init - //Cria um repositório 
git add origin  // Faz o link entre o repositório local, e o repositório na número 
git add . // Indica que você quer enviar todos os arquivos da pasta, pra nuvem.
git commit -m “First commit” // Faz um comentário sobre o que está sendo enviado naquele momento.
git push origin master //Envio dos arquivos pra nuvem
git pull  // Atualiza os arquivos locais
git checkout branch
git checkout -b nova_branch

Finalmente agora você já sabe como salvar todos os seus projetos e códigos na nuvem, e nunca mais perder uma versão ou edição dos seus algoritmos.

Veja como: Criar um detector de fumaça com o Arduino, ou ainda como automatizar o jogo Dino do chrome, usando o Arduino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *